11/09/2017

Venda de seguro para drogarias cresce 34% na SulAmérica

Cobertura para danos causados a vacinas e medicamentos em locais refrigerados está entre as garantias específicas para o segmento

Aumentar a fonte Diminuir a fonte Baixar PDFBaixar PDF Compartilhar Compartilhar

São Paulo, 11 de setembro de 2017 – A SulAmérica, maior seguradora independente do País, registrou alta de 34% na quantidade de vendas do Seguro Empresarial Drogarias de janeiro a julho deste ano no comparativo com igual período de 2016. Trata-se de um dos segmentos com maior procura no ramo de seguros empresariais.

 

Para esse produto, destaca-se a garantia de danos causados às vacinas e medicamentos armazenados em locais refrigerados, seja pela interrupção de fornecimento de energia ou problemas no funcionamento do equipamento de refrigeração. Danos causados aos produtos comercializados devido à quebra de balcões e vitrines, e ainda erros cometidos pelo farmacêutico, tais como troca de medicamentos, equívoco na leitura de receitas e problemas resultantes da aplicação de procedimentos, também estão cobertos.

 

Além destas garantias, o seguro empresarial para drogarias e farmácias cobre os danos causados por incêndio, fumaça, explosão e quedas de raio e de aeronave.  O portfólio de coberturas adicionais inclui sinistros elétricos, perda de aluguel e serviços diversos de assistência 24 horas, entre eles os de encanador, eletricista, chaveiro, vidraceiro, segurança e vigilância.

 

“Adaptamos nossos produtos às necessidades dos nossos clientes para atendê-los exatamente com o que precisam e com a melhor qualidade”, afirma o vice-presidente de Auto e Massificados da SulAmérica, Eduardo Dal Ri.

 

A expansão na quantidade de apólices comercializadas pela SulAmérica está alinhada com a evolução do setor. Segundo o Conselho Federal de Farmácia (CFF), são cerca de 80 mil estabelecimentos no País, o que leva o Brasil a concentrar o maior número de farmácias e drogarias do planeta, segundo a auditoria internacional IMS Health. Parte desse desempenho pode ser explicada pelo incremento na oferta aos consumidores, que hoje podem contar com itens de higiene, cosméticos e perfumaria.

 

 

É nesse contexto que o seguro se torna um componente indispensável para a segurança da operação desse setor. “O principal risco de não se ter um seguro empresarial é o de sofrer grandes impactos financeiros quando eventos inesperados acontecem. Com uma apólice como esta, que tem um custo baixo, o empresário tem tranquilidade para desenvolver seu negócio sem medo de imprevistos”, afirma Dal Ri.

Busca

Busca Avançada

Destaques

  • Lucro da SulAmérica cresce 2,1% e chega a R$ 151,4 milhões no terceiro trimestre
  • SulAmérica é escolhida uma das empresas mais admiradas pelos profissionais de RH do país
  • Dores crônicas nas costas afetam a concentração e a produtividade no trabalho

Galeria de Imagens

Ver todas as imagens
2013 Copyright © SulAmérica - Todos os Direitos Reservados Privacidade | Termos e Condições